“The Irish diaspora”, Kevin Kenny.

“Cerca de 70 milhões de pessoas em todo mundo reivindicam a descendência irlandesa, mais da metade nos Estados Unidos onde o irlandês é a segunda ascendência mais comum depois do alemão. Como explicar um fenômeno histórico dessa escala e impacto?”

Neste artigo, Kevin Kenny, professor de história no Boston College, utiliza a diáspora e o Império para contextualizar a história da emigração irlandesa.

Evevlyn Casey, menina irlandesa de 14 anos que trabalhava em Fall River, Massachusetts, junho de 1916. Fotografia de Lewis Hine, Library Congress.

https://aeon.co/essays/the-irish-experience-and-the-meaning-of-modern-diaspora

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s