“A época em que o Brasil barrou milhares de judeus que fugiam do nazismo” (por João Fellet, BBC NEWS Brasil em São Paulo)


Em julho de 1938, o cônsul do Brasil em Budapeste (Hungria), Mário Moreira da Silva, enviou ao ministro das Relações Exteriores, Oswaldo Aranha, uma circular secreta em que informava ter recusado a concessão de vistos a 47 pessoas ‘declaradamente de origem semita’ (judeus) que buscavam migrar para o Brasil.

A reportagem conta com o rico depoimento da professora Dra. Maria Luiza Tucci Carneiro (Departamento de História da USP-SP).

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46899583

“Os ciganos no Brazil: contribuição ethnographica”, Mello Moraes Filho, 1886.

“Mas o caracter da raça, suas migrações, sua linguagem, a ausência de uma ideia de pátria e de história nacional, o que comprovam relativamente à sua origem, à sua filiação ethnica?”

Biblioteca do Senado Federal

http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/224212

(PDF) Os ciganos no Brasi_ contribuição ethnographica