O artigo de Lucilla Briganti, “Mascates, machadeiros e carvoeiros dalla Toscana a Rio de Janeiro tra ottocento e novecento”, analisa o fluxo migratório espontâneo, apontado nas estatísticas oficiais italianas, que se dirigiu da Toscana para o Rio de Janeiro, envolvendo três profissões: vendedores ambulantes, madeireiros e carvoeiros. Escrito em língua italiana.

http://www.labimi.uerj.br/navegar/edicoes/02/Lucilla_Briganti.pdf