“Tesouros de imigrantes alemães confiscados por Vargas na Segunda Guerra são descobertos” (por Juliana Dal Piva e Nicollas Witzel, ÉPOCA.GLOBO, 2018)


Famílias, incluindo judeus que fugiram do nazismo, perderam joias, moedas de ouro e pratarias durante Estado Novo.

“Moedas pertencentes a alemães judeus, hoje no acervo do Museu Histórico Nacional no Rio de Janeiro”. Foto: Hugo Araújo/Agência O Globo

(Matéria compartilhada do NIEM – Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios, IPPUR-UFRJ)

https://epoca.globo.com/tesouros-de-imigrantes-alemaes-confiscados-por-vargas-na-segunda-guerra-sao-descobertos-23311740

“A saga de um cientista alemão preso no Brasil durante a Segunda Guerra” (por André Julião – EL PAÍS)

“Helmut Sick chegou quando Getúlio Vargas era amigo da Alemanha, foi preso quando a geopolítica virou para os Aliados e morreu décadas depois como um dos maiores nomes da ciência brasileira”.

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/12/politica/1515785317_736008.html?id_externo_rsoc=FB_BR_CM