Documentário “Passado Presente” – ganhador do Prêmio de Melhor Documentário Brasileiro, 1999/2000

“Passado Presente é um documentário sobre uma colônia de pomeranos, que se estabeleceu no final do século XIX em uma região remota e montanhosa no estado do Espirito Santo. Esta colônia permaneceu isolada durante quase cem anos. O documentário é uma viagem no tempo e na história de um povo e tem como foco a preservação de uma cultura e um idioma que já não existe mais em seu lugar de origem.

Passado Presente foi lançado no ano 2000 na Mostra ‘Brasil 500 anos-Republica das Etnias: Mês da Alemanha’, organizado pelo Museu da República e o Instituto Goethe. O documentário participou de festivais etnográficos no Brasil e na Alemanha, entre eles o Freiburg Film Forum e a mostra ‘Um Olhar Estrangeiro’ organizada pelo Instituto Goethe em Munique (2002).

Ganhador do Prêmio de Melhor Documentário Brasileiro-1999/2000 concedido pela Associação Brasileira de Documentaristas-RJ, Prêmio Manuel Diegues Júnior (pela contribuição à área etnográfica) na 7a Mostra Internacional do Filme Etnográfico do Rio de Janeiro (2000) e Prêmio Especial do Júri no 7º Vitória Cine-Vídeo.

Roteiro: Luiz Eduardo Lerina Fotografia: Luiz Eduardo Lerina Operador de Câmera: Luiz Eduardo Lerina Som: Jim Shreim Música: Dênio de Paula Edição: Juliane Gomes, Luiz Eduardo Lerina Produção: Marilena Lerina Produtora: CLM Vídeo”

Sugestão de leitura: “O casamento de Luiza. Um romance sobre imigrantes alemães”

Fenner, Mildo Léo. O casamento de Luiza. Um romance sobre imigrantes alemães. Cachoeira do Sul (RS): Editora Charlote, 2017.

A obra O casamento de Luíza (Charlote, 274 pp, 34), conta a história de Luíza e Frederico, que embora nascidos na Europa, conheceram-se no Brasil, para onde emigraram em busca de melhores oportunidades. Casaram-se no ano de 1867 e tiveram seis filhos. Como tantos outros imigrantes, enfrentaram muitas dificuldades na nova pátria e a maior delas foi manter o casamento, em razão das diferenças que tinham entre si. Esta é uma das muitas histórias de amor vividas pelos homens e mulheres que povoaram os lugares mais inóspitos do Brasil. Muitas tiveram final feliz, outras nem tanto. Mildo Léo Fenner junta ficção e realidade e apresenta personagens que falam de amor, ódio, ingratidão e amizade, em um quadro onde se misturam sentimentos íntimos com a vida difícil do dia a dia dos imigrantes (sinopse extraída de Publishnews, Redação, 17/1/2018).

Lançamento do livro