“‘La culpa es del extranjero’: la larga y dramática historia de la xenofobia en Argentina” (por Ignacio Montes de Oca)


Buscar la explicación de los males argentinos en los inmigrantes es un defecto tan actual como repetido. La historia de ese odio constituye uno de los capítulos más oscuros de nuestra historia.

https://www.infobae.com/sociedad/2018/09/22/la-culpa-es-del-extranjero-la-larga-y-dramatica-historia-de-la-xenofobia-en-argentina/

Compartilhado do NIEM – Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios

Visite as páginas: Consultoria em Pesquisa Histórica e Consultoria em História da Família.

“Yami no Ichinichi – o crime que abalou a colônia japonesa no Brasil”, dirigido por Mario Jun Okuhara, 2012.

Sinopse

O rico documentário resgata a história de Tokuichi Hidaka, que, em 1946, aos 19 anos de idade, foi um dos autores do assassinato do coronel Jinsaku Wakiyama, em crime atribuído a uma entidade denominada Shindo Renmei (Liga dos Caminhos dos Súditos). Entregou-se à polícia com o restante do grupo e cumpriu 15 anos de prisão. Em liberdade, sofreu a punição da colônia japonesa: foi discriminado, condenado ao ostracismo, sem oportunidade para contar a sua versão. Décadas mais tarde, Hidaka inicia uma busca por amigos e pessoas desse período para reconstruir a memória da época e encontrar o sentido da sua vida no Brasil.

A produção aborda questões como intolerância e xenofobia, e coloca em foco o cenário de restrições impostas pelo Estado brasileiro, durante a ditadura de Getúlio Vargas (1937-1945) e o governo constitucional de Eurico Gaspar Dutra (1946-1951), contra a população japonesa.

Veja também o documentário “Expulsão dos japoneses da cidade de Santos, 1943” em MULTIMÍDIA.